O Mistério de Nefertiti e do Egito



Nefertiti foi uma rainha egípcia que viveu há cerca de 3.350 anos. Esposa do Faraó Aquenáton, um dos mais poderosos reis que já existiram, ambos promoveram uma profunda reforma religiosa no Egito, unificando todo o politeísmo daquela civilização em torno de um único Deus, Aton, representado pelo disco solar. Além de ser dotada de uma beleza física surpreendente, a Vida de Nefertiti é cercada de Mistério: nunca se conseguiu encontrar seu palácio, seu corpo, nem seu túmulo. Os seus achados arqueológicos são raríssimos e portanto valiosíssimos.





Em 1912, um arqueólogo alemão encontrou uma escultura de Nefertiti. Este é um dos maiores achados arqueológicos que se tem hoje sobre a misteriosa rainha, e se encontra no Museu Egípcio de Berlim. Uma série de aspectos inexplicáveis rondam este busto. O traço, a perfeição e o realismo contrastam com todas as Obras de Arte egípcias. Há quem chame a obra de a “Mona Lisa egípcia”, em razão do grau de realismo da produção. Outro mistério é que o olho esquerdo foi talhado sem a córnea.


Quando se coloca em sequência cronológica os escassos achados em torno de Nefertiti, percebe-se que há um momento, por volta do décimo segundo ano do reinado do seu marido, que ela desaparece misteriosamente. Não há mais nenhum registro, nem escultura, nem pintura, nem sarcófago, absolutamente nada sobre ela. Esse mistério dá margem a diversas hipóteses, há quem sugira que eles teriam sido assassinados por uma elite religiosa da época, que seria contrária à reforma. Mas há outra corrente que sugere que Aquenáton teria sido assassinado, o fato teria sido escondido do povo e Nefertiti teria assumido o trono por anos, se passando por ele.




Toda essa incerteza em torno do que realmente aconteceu nos mostra que não sabemos quase nada sobre o Egito, mas é certo que aquela civilização impressionou todas as culturas subsequentes, babilônios, persas, gregos, macedônios, romanos e continua a nos impactar até hoje. Dizem que, durante a Segunda Guerra Mundial, Hitler escondeu o busto de Nefertiti na Turíngia a fim de que não fosse destruído ou sequestrado pelos países oponentes à Alemanha. Por que o Egito impressiona tanto, e por que chegou a patamares tão elevados de civilização humana?


Não temos uma resposta objetiva para essa pergunta, mas não temos como deixar de relacionar o apogeu dos Valores egípcios ao jeito como eles lidavam com o Sagrado. Todas as dinastias egípcias levavam a religião muito a sério. Todos os sistemas de governo que aparecem na história egípcia estão relacionados a alguma Divindade. E esses Deuses eram simbólicos. Por exemplo, o Deus Amon representa o Espírito do Sol, o seu aspecto invisível; já o Deus Rá representa o Sol como manifestação de Amon, ou seja, o Sol visível. Quando os egípcios falavam em Amon-Rá, estavam se referindo ao Sol como manifestação do Espírito Divino. Quando Nefertiti faz a unificação dos Deuses, ela o faz em função do Sol também, a quem chama de Aton, o Deus do disco solar.




Essa aproximação com o espiritual, tão presente na civilização egípcia, nos sinaliza que é no terreno do Sagrado que se encontram as bases para uma grande civilização, a nível de Valores Humanos. Temos livre arbítrio para escolher um afastamento do Sagrado, das cerimônias, e de tudo que envolve esse aspecto místico da Vida, mas a história nos mostra que tal afastamento costuma levar uma civilização ao declínio.


Nefertiti, uma rainha tão linda e tão misteriosa, que viveu há 3.350 anos, hoje nos convida a viver a linguagem do Sagrado, a se abrir para o Mistério cujos vestígios lemos na Natureza. Todos os dias o Sol desponta no horizonte aquecendo a Terra e gerando Vida, isso é um símbolo sublime que nos fala da presença do Divino em todas as coisas, mas que foi esquecido, principalmente por causa da forma como vivemos hoje em dia.


Precisamos olhar para as antigas civilizações e encontrar nelas um vislumbre de Sabedoria para lidarmos com os dias de hoje, para nos lembrarmos de que, independente da situação, independente da circunstância, só conseguiremos crescer verdadeiramente, se nos permitirmos sermos guiados por este Divino Sol que há dentro de cada um de nós.


DIFICULDADE COM AS LEGENDAS?

Caso você não saiba ativar as legendas nos vídeos do youtube, clique aqui para acessar o tutorial.

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Procurar por Tags
Histórico de publicações
Siga essa Idéia
Você também vai gostar

© 2017 por "Equipe Feedobem". Orgulhosamente criado pela Feedobem

    Gostou do nosso portal? Nos ajude a elaborar artigos e

conteúdos cada vez melhores para vocês. ;-)