Aprendendo com o Pequeno Príncipe






Quem nunca leu a frase “Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas” ou “O essencial é invisível aos olhos”? Elas pertencem a um dos livros modernos mais famosos do mundo: O Pequeno Príncipe. Traduzido em mais de 200 idiomas, já é reconhecido como uma das obras literárias mais consagrada da modernidade.


Seu autor, Antoine de Saint-Exupéry, que morreu como piloto na 2ª guerra mundial, partiu sem conhecer tamanha repercussão de sua obra no mundo. Nós mesmos quando lemos pela primeira vez não percebemos o impacto que suas reflexões causarão em nossas mentes. E talvez por isso essa obra permanece atual, sendo vendida em todas as livrarias do mundo e suas frases comercializadas em camisetas, cadernos, objetos de decoração e muito mais.


Alguns filmes e animações já foram produzidos em homenagem ao livro, o mais recente foi lançado nos cinemas em 2015 e se encontra disponível hoje na Netflix. O contexto deste último filme representa muito um momento de nossas vidas. Uma mãe e uma filha focadas no futuro profissional, com uma rotina de estudos e de trabalho perfeita, direcionada para a construção de uma carreira e de uma vida de sucesso, tão focadas que passam despercebidas pela Beleza e Simplicidade da Vida. Graças ao vizinho criativo e lúdico, elas conseguem enxergar como cultivar os verdadeiros Laços da Vida.




Ler O Pequeno Príncipe hoje nos é útil não só para nos salvar de nossas rotinas enlouquecedoras, mas para mostrar o que realmente tem Valor em nossas Vidas. Como podemos enxergar as pessoas de Verdade, como criar laços verdadeiros num momento em que nossos laços são feitos com um toque na tela do celular, e como podemos gerar reflexões sobre o que se passa à nossa volta. Dentre as mais Belas passagens do livro, escolhemos algumas mais marcantes para refletirmos juntos.


“É preciso que eu suporte duas ou três larvas se quiser conhecer as borboletas”.


Esta é uma frase dita pela rosa do príncipe, que mostra essa dualidade que a Vida nos traz sempre. Para alcançarmos a Vitória, para termos o regozijo da conquista, primeiro vem o esforço, o sacrifício. Para vermos a vista de cima da montanha é preciso antes fazermos a escalada. A Vida não funciona por osmose, sem esforço, não há nada que conquistamos de forma gratuita, tudo é fruto do esforço, do trabalho e da ação. Vale muito à pena ver as borboletas, mas há que se fortalecer para poder vê-las.


“Só se vê com o coração, o essencial é invisível aos olhos”



Somos expert em julgar. Julgamos a pessoa pelo que enxergamos dela no primeiro instante em que a vemos. Sua roupa, seus modos, sua aparência… E a partir daquilo que vemos, formamos nossa opinião a respeito de alguém. O curioso é que aquilo que vemos não representa a pessoa de verdade, vemos apenas uma casca, uma aparência, que não reflete a essência. Se eu vejo os sonhos dessa pessoa, suas motivações, seus desejos, seus Princípios, aí sim eu posso me aproximar de conhecê-la de Verdade. E jamais nossos olhos poderão captar isso, somente com o nosso Coração podemos ver o Coração do próximo "O Simbolismo do Coração". Se somos expert em julgar e formar opinião sobre os outros, cabe-nos refletir como está nosso Coração. Costumamos nos fechar tanto em nós mesmos e em nosso mundo, fechamos tanto nossos corações, que não conseguimos enxergar o de mais ninguém, o que nos impede de vermos a essência das pessoas, e assim, nos bloqueia para ajudar e sermos um fator de soma na Vida dos demais.


“Tu te tornas eternamente responsável pelo que cativas”.


Essa é a mais clássica de todas as citações do pequeno príncipe, talvez a mais famosa. Quando colocamos nosso Coração e nossa Energia nas pessoas, nas coisas, numa conversa, cativamos e somos cativados. Uma vez que isso acontece, nada mais volta a ser como era. Tornamo-nos responsáveis em manter o elo que ali foi criado. Quando amamos alguém, naturalmente alimentamos sempre aquele Amor através de gestos, palavras, ações e olhares, seja de um relacionamento amoroso, de uma amizade ou familiar. E quando não fazemos isso, podemos perceber que, naturalmente também, aquele Amor vai morrendo e se enfraquecendo, pois tudo que existe precisa ser alimentado e cultivado para sobreviver, caso contrário, deixa de existir. Por isso, quando amamos e somos amados, cativamos, e nos tornamos responsáveis por isso.




Essas são algumas de muitas outras belíssimas passagens deste pequeno porém profundo livrinho, que parece infantil, mas na verdade foi feito para todas as idades. Vale à pena a sua releitura de tempos em tempos, para ressignificarmos a Vida e nossas relações, e para aprendermos a ver a Beleza e o Amor nas coisas simples que nos rodeiam, trazendo um pouco da magia do principezinho para o nosso dia a dia.




DIFICULDADE COM AS LEGENDAS?

Caso você não saiba ativar as legendas nos vídeos do youtube, clique aqui para acessar o tutorial.

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Procurar por Tags
Histórico de publicações
Siga essa Idéia
Você também vai gostar

© 2017 por "Equipe Feedobem". Orgulhosamente criado pela Feedobem

    Gostou do nosso portal? Nos ajude a elaborar artigos e

conteúdos cada vez melhores para vocês. ;-)