A história da LEGO - Sobre nunca desistir







A criatividade é um dos aspectos que distingue o Ser Humano dos outros seres vivos. Temos em nossa natureza a capacidade, a partir da razão e da imaginação, de criar novas formas, modelos e ideias. E essa capacidade, até onde sabemos, é ilimitada. Um exemplo disso são os brinquedos da LEGO que nos possibilitam, a partir de diversas combinações de peças, criar modelos ao nosso bel prazer. A multinacional de brinquedos que conhecemos hoje, porém, exigiu décadas de esforço, imaginação e resiliência para conseguir revolucionar o mercado de brinquedos. Mas você sabe como essa história de sucesso começou?




Em 2012 a multinacional, para celebrar os 80 anos de sua marca, produziu um curta chamado “a história da LEGO”. Nele podemos perceber a trajetória de “Ole Kirk Christiansen”, um humilde carpinteiro da Dinamarca dos anos 1930 que, após uma forte crise financeira, viu-se obrigado a despedir seus funcionários e declarar falência. Para piorar a situação, sua esposa acaba falecendo e deixando-o só com seus quatro filhos para cuidar. Porém, Ole Kirk nunca foi um homem de desistir. Reabrindo sua oficina começou a produzir brinquedos de madeira para sobreviver. Sua ideia foi reestabelecer suas economias e poder sustentar os filhos, mas por muitos anos o negócio no ramo de brinquedos não caminhou como Ole desejava.



No curta vemos a dificuldade em fazer o pequeno negócio de brinquedos deslanchar. Por vezes, Ole precisou vender seus produtos de cidade em cidade para conseguir um pouco de lucro. Houve momentos em que o máximo que conseguiu foi trocar seus brinquedos por alguns alimentos. Além disso, sua oficina sofreu com incêndios e perda de todo o estoque, além de ter vivido, no começo do seu empreendimento, com o drama da Segunda Guerra Mundial. Certamente esses são eventos relevantes que desanimariam qualquer um de nós, ainda mais no início dessa jornada empreendedora. Aquele empresário manteve-se, entretanto, firme em sua ideia e seguiu lutando para fazer seus brinquedos terem sucesso.


Nesse sentido, podemos refletir sobre a importância de não desistir. As dificuldades enfrentadas por ele nos fazem pensar em como lidamos com nossos problemas. Quando queremos realizar um sonho e começamos a caminhar em direção a ele comumente nos deparamos com obstáculos e, na maioria das vezes, são essas pedras no caminho que nos fazem parar, repensar nosso objetivo e, por vezes, desistir do projeto que tanto sonhamos por algo mais “real” e “seguro”. Quantas vezes já passamos por isso? Quantas vezes acabamos desistindo de nossos sonhos quando as dificuldades aparecem? Quantas vezes o medo de enfrentar os desafios nos leva a adiar os planos?



O exemplo de perseverança de Ole Kirk foi inspirador para o seu filho, Godtfred, que desde o início ajudou o carpinteiro nas vendas dos brinquedos. Ele esteve com seu pai nos momentos duros e difíceis. À medida que os anos passavam, foi assumindo mais responsabilidades até que, naturalmente, herdou a empresa quando seu pai faleceu. Godtfred foi a segunda geração da LEGO e responsável pelo sucesso da multinacional nos anos 1980.


O nome LEGO surgiu quando Ole Kirk pensou, primeiramente, que o nome daquele empreendimento deveria remeter-se à ideia de “brincar bem”. Em dinamarquês essa expressão se escreve como “ Leg godt”. A partir dessas duas palavras, juntou a primeira sílaba de cada uma, formando assim a palavra “LEGO”. O nome, até os dias atuais, representa bem a ideia pela qual fora criada: a LEGO mantém-se como uma das principais empresas de brinquedos do mundo, além de contribuir para o desenvolvimento da criatividade e raciocínio lógico das crianças.



No início a LEGO não fabricava brinquedos de encaixe de peças, como hoje é conhecida. Em seus primeiros anos fabricava brinquedos mais comuns: carrinhos, cavalos, bonecos. Tudo em madeira. Até que, em uma viagem de negócios, Godtfred, em uma conversa informal, refletiu sobre a limitação dos brinquedos da época, que não ofereciam nenhum desafio para as crianças. Refletindo sobre essa ideia, percebeu que a LEGO poderia oferecer esses desafios e revolucionar a interação entre crianças e brinquedos.




Esse é mais um ponto interessante a se refletir. O que seria apenas mais uma conversa sobre o mercado de brinquedos, dentre as prováveis milhares que Godtfred teve, tornou-se a fagulha para uma ideia que, de fato, revolucionou a LEGO. Para o filho de Ole Kirk esse foi o momento em que a oportunidade bateu à sua porta e ele a recebeu. Entretanto, a oportunidade bate à nossa porta todos os dias, mas raramente a percebemos. Às vezes, uma ideia surge em nossa mente, mas não acreditamos no potencial, tanto da ideia em si como em nós mesmos, e deixamos a oportunidade passar. O que não conseguimos entender, na maioria das vezes, é que aquele foi o momento que poderia mudar as nossas vidas. Não falo apenas do aspecto financeiro ou de ser alguém bem sucedido, mas em aspectos mais profundos de nossa existência. Perdemos, cotidianamente, a chance de nos encontrarmos: seja no trabalho, em uma situação familiar, no trânsito ou mesmo em uma conversa com alguém. Ligamos um “piloto automático” em nossa rotina e deixamos de perceber a Beleza, a Bondade e a Justiça que nos rodeiam. Deixamos de perceber como, em uma simples conversa, pode estar a chave que mudaria nossa percepção acerca de algum aspecto de nós.



Essa percepção dos pequenos detalhes nunca faltou à LEGO. Desde os aspectos mais simples como a Gentileza e o Cuidado com os clientes, até os seus projetos mais ambiciosos, como a criação da legoland, a atenção aos detalhes sempre foi uma constante. No vídeo, por exemplo, mostra que Godtfred e sua família, durante a abertura do parque de diversões, estão recebendo os visitantes. Um aspecto que, num olhar desatento, pode parecer irrelevante, mas demonstra o carinho e o cuidado que os donos da empresa têm para com seus clientes.



Hoje a LEGO está em sua terceira geração e com mais de oitenta anos de existência. A persistência, a qualidade e o cuidado são características que se mantêm dentro da multinacional.


Essa é, certamente, uma história de superação e que nos inspira a buscarmos nos superar. A Força de Vontade de Ole Kirk, sua capacidade de resistir aos tempos difíceis e não desistir frente às dificuldades demonstra o potencial que o Ser Humano tem em superar seus limites. Do mesmo modo, o senso de oportunidade e criatividade de Godtfred, sempre atento e buscando reinventar a empresa, também são qualidades que tornaram a LEGO a gigante que é nos dias atuais. Por que não podemos nos inspirar nesses homens? Tal como eles, também podemos pensar em como aplicar essas Virtudes em nosso dia a dia e realizar nossos sonhos. Para tanto devemos, antes de mais nada, sabermos que o caminho não será fácil e, frente aos desafios, nos cabe sempre a escolha de lutar e persistir. Se conseguirmos vencer esses obstáculos e preservarmos nossa essência, sendo nós mesmos, venceremos o maior dos desafios Humanos: o de vencer a si mesmo.





DIFICULDADE COM AS LEGENDAS?

Caso você não saiba ativar as legendas nos vídeos do youtube, clique aqui para acessar o tutorial.

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Procurar por Tags
Histórico de publicações
Siga essa Idéia
Você também vai gostar

© 2017 por "Equipe Feedobem". Orgulhosamente criado pela Feedobem

    Gostou do nosso portal? Nos ajude a elaborar artigos e

conteúdos cada vez melhores para vocês. ;-)