Procrastinação - Como Não Perder o Controle de Nossa Vida

September 8, 2020

 

Está na hora de fazer algo importante. Mas antes vamos fazer um café? E que tal olhar o WhatsApp? E as redes sociais? E foi assim que a sua mente esqueceu das suas responsabilidades e desperdiçou o seu tempo. Se isso ocorre de forma sistemática na sua Vida, temos uma má notícia: provavelmente você procrastina. Mas o que realmente isso significa?

 

Procrastinação é uma palavra advinda do latim chamada “procrastinare”, que significa adiar, protelar. Pelo visto, este mau hábito existe desde a antiguidade, e hoje vivemos cada vez mais no ritmo da procrastinação. Quem nunca deixou para enviar aquele relatório no último minuto? Ou pedir um tempo a mais para entregar um trabalho na faculdade? Quando nos dão um prazo já pensamos se ele é curto ou longo, pois se for um prazo muito distante, nossa tendência é deixar de lado por muito tempo até que o prazo que era longo se torne curto e urgente, só assim nos movimentamos para resolver e entregar a tarefa que nos foi designada. O problema é que muito provavelmente esse serviço não sairá com a melhor qualidade, devido ao pouco tempo gasto para sua realização. 

 

Desde a Roma Antiga, os grandes filósofos falam que um dos nossos problemas é o de desperdiçar o tempo, seja por não partir para a ação, seja por protelar o que nos cabe fazer. Mas o fato curioso é que,  ao que parece, o nosso nível de procrastinação vem aumentando. Em uma sociedade agitada, com um estilo de vida em que se preza cada vez mais pela alta produtividade e aproveitamento do tempo, parece ironicamente que nossa psique reluta em viver dessa maneira tão intensa e busca como saída a procrastinação. Independente de qual seja a causa, o fato é que a procrastinação tem sido um problema para os Indivíduos e para a nossa sociedade como um todo.

 

Podemos dizer que a procrastinação é apenas o adiamento de uma dor. Quando procrastinamos é porque não queremos realizar a tarefa que nos foi dada, e os motivos podem ser vários: desde não gostar do assunto ou tarefa, até achar que é algo simples e que pode ser feito a qualquer momento. Justificamos então o adiamento dessa tarefa e ficamos com nossa consciência “tranquila”, até o momento em que os prazos apertam. O nível de estresse nesses momentos se eleva, pois agora além de fazermos algo que não gostamos, não podemos mais adiar. Iremos sofrer bem mais devido a pressão do fim do prazo. 

 

Quando analisamos por essa ótica, entendemos que procrastinar não nos traz nenhum benefício, sendo apenas um subterfúgio da nossa psique para evitar desconfortos. A procrastinação é, em síntese, uma maneira que nossa mente encontra de nos manter inertes, dentro de nossa zona de conforto. Quando nos sujeitamos a ela e não impomos nossa Vontade acima das circunstâncias, acabamos por sofrer ainda mais. Por isso que os procrastinadores não vivem bem, uma vez que parece que seus dias são baseados em “apagar incêndios”, que foram gerados pela sua própria indisciplina. E por falar em Disciplina, ela é a melhor forma de vencermos essa barreira que é o hábito de protelar nossas atividades.

 

Para adquirir Disciplina e vencer a procrastinação há algumas dicas. A primeira delas é compreender que para realizar uma tarefa é preciso estar com Vontade de fazer. Não é possível esperar estar bem ou simplesmente motivado para começar a realizar algo, pois isso nos deixa à mercê da situação. Entendemos que fazer o que gosta é, sem sombra de dúvidas, muito melhor do que fazer uma tarefa na qual você não se sente confortável, entretanto, nem sempre fazemos só o que gostamos. Quando estiver diante de uma situação em que precise fazer algo que você não gosta, não desanime: apenas faça. Isso nos mostra que temos controle sobre nossas emoções, que não agimos somente pelo que gostamos ou não gostamos, mas sim por algo que está para além de uma motivação superficial. É fazer o que precisa ser feito e não o que gostamos de fazer.

 

Uma outra dica vem dos grandes generais da História: dividir para conquistar. Sabemos que a complexidade de uma tarefa nos intimida e acaba, muitas vezes, esvaziando nossa motivação. Achamos que é muito difícil, que não pode ser feito, e por isso deixamos a tarefa de lado. Desistimos rapidamente. Porém, se pegarmos essa grande tarefa e a dividirmos em pequenas ações espalhadas ao longo do prazo, nossa eficácia e eficiência frente a esse desafio pode ter um resultado muito positivo. Pense, por exemplo, que você recebeu como tarefa escrever um relatório de 30 mil palavras para entregar em dois meses. É algo imenso à primeira vista, certamente. Então você decide que todos os dias escreverá quinhentas palavras, o que é, mais ou menos, uma página por dia. Então, se todos os dias o ritmo for de uma página, certamente esse monstro será superado. Por isso a Disciplina e o Ritmo são fundamentais. Haverão dias que a preguiça tentará tomar conta, que você achará chato fazer o relatório, que até olhar para a parede será mais interessante do que escrever, porém, se essa barreira for vencida você conquistará uma grande Virtude.

 

Uma terceira e última dica é começar sempre do mais simples para o mais complexo. Essa dica nos foi ensinada nas aulas de matemática da escola, em que nossos queridos professores nos ensinavam os exercícios e iam, aos poucos, aumentando a dificuldade deles à medida que progredíamos na compreensão do assunto. Para a realização de uma tarefa podemos seguir a mesma linha de raciocínio: começar pela parte “fácil”, que eu domino ou gosto, e ir progredindo até conseguir resolver a parte mais complexa. Realizar as tarefas fáceis primeiro também causa um efeito em nossa psique de que é possível concluir o trabalho que nos foi dado, nos gera confiança e motivação para seguir em frente. Começar pelo mais difícil pode ser frustrante, o que gera mais uma barreira a ser superada. 

 

O vídeo abaixo faz uma boa síntese deste assunto que estamos comentando:

 

 

Por fim, devemos compreender que a procrastinação é um sintoma de que não estamos no controle de nossas Vidas. Quando deixamos que nossas emoções conduzam nossas atividades, quando decidimos fazer apenas o que gostamos, e quando a protelação dos nossos afazeres passa a ser regra, é hora de intervirmos e tomarmos as rédeas da nossa Vida mais uma vez. Quando percebermos como é bom estar no controle das nossas atitudes, tendo plena consciência do nosso Dever e sabendo como ele deve ser realizado, aí experimentaremos uma sensação de verdadeira Liberdade.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

DIFICULDADE COM AS LEGENDAS?

Caso você não saiba ativar as legendas nos vídeos do youtube, clique aqui para acessar o tutorial.

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Procurar por Tags
Histórico de publicações
Please reload

Please reload

Siga essa Idéia

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Você também vai gostar
Please reload

© 2017 por "Equipe Feedobem". Orgulhosamente criado pela Feedobem

    Gostou do nosso portal? Nos ajude a elaborar artigos e

conteúdos cada vez melhores para vocês. ;-)