O que Podemos aprender com as Crianças Japonesas?

April 14, 2020

 

 

Entre as várias peculiaridades que existem na cultura do Japão, a formação educacional das suas crianças é um fator que chama muita atenção. Um arquipélago situado numa zona de choque entre as placas tectônicas, sujeito a terremotos, vulcões, furacões e maremotos, com um território montanhoso e poucas áreas planas para o cultivo, o Japão é um país que surpreende o mundo não só pela seu desenvolvimento tecnológico, mas sobretudo pela formação humana e cívica dada aos seus cidadãos. Formação esta que começa desde a mais tenra infância, através de um regime educacional baseado nos valores, nos costumes, nas tradições e na valorização aos mestres e aos professores.

No Japão, a formação pessoal é o primeiro passo na construção do caráter de um indivíduo. E é no início da vida escolar que os futuros cidadãos aprendem sobre a importância da busca pela verdade, pelo autocontrole, pela disciplina, pela organização e pela responsabilidade. Pois, para a cultura desse povo, esses valores são mais importantes que o conhecimento intelectual adquirido durante o processo do Ensino Fundamental. Só a partir dos dez anos de idade é que os alunos começam a realizar pequenos testes e provas. O foco mesmo, durante essa fase, é na aquisição e desenvolvimento dos valores humanos, que devem ser exercitados desde sempre por todos. Anterior ao conhecimento técnico, a transmissão desses valores possibilitam às crianças o acesso a uma formação ética e rica que irá nortear suas vidas quando adultos.

 

 

Um outro ponto bastante valorizado na educação infantil japonesa é a responsabilidade social. Desde muito cedo as crianças aprendem a se sentirem responsáveis pela coletividade, através dos trabalhos em grupo e do serviço aos seus colegas. Nas escolas, por exemplo, a distribuição das refeições, a limpeza das salas de aula, corredores, pátios e dos banheiros são realizadas pelos próprios alunos através do revezamento de várias equipes de trabalho. Essas formas de atividades inseridas nas dinâmicas das aulas, como complemento, ajudam aos alunos a aprenderem valores como a empatia, a convivência, a alteridade, a tolerância e a resolução de conflitos com diplomacia e inteligência.

 

 

Além da formação pessoal e da responsabilidade social, o respeito à hierarquia é um dos pilares da educação, no que diz respeito ao convívio e o tratamento social. Essa hierarquia possibilita o equilíbrio e a pacificação social, compondo assim o conjunto dos elementos fundamentais da cultura japonesa que é organizada por um sistema de honoríficos. Tais honoríficos são ensinados desde a infância para serem usados de acordo com o grau de intimidade ou posição social dentro das relações. Por exemplo, os alunos mais velhos são chamados de “Senpai”, que é uma espécie de tratamento que equivale ao que aqui chamamos de “veterano”. Há um incentivo de que os “senpais” participem da formação dos alunos novatos, transmitindo o que já aprenderam. Isso indica que os iniciantes necessitam de figuras mentoras ou mais experientes para os nortearem, tirarem as suas dúvidas e os ajudarem na resolução de eventuais conflitos. Significa claramente que escolas japonesas incentivam um elo de responsabilidade entre as gerações mais velhas e as gerações mais novas que vai se consolidando numa espécie de compromisso tácito e numa unidade social, que é o símbolo desta nação.

 

 

Por fim, é consenso para todos nós que o Japão é um dos países que atualmente mais produz tecnologias de ponta, entretanto, o que pouco sabemos é que esse país asiático é uma das nações que mais se orgulha de sua história e preza por suas tradições. E é nas escolas que os pequenos alunos aprendem sobre a tradição cultural de seus antepassados. Disciplinas extracurriculares como a de caligrafía (Shodo), de poesia (Haiku), de artes marciais como o Kendô (treino com espadas), entre outras artes e tradições do país são ofertadas ao longo de toda formação dos alunos e muito incentivadas pelas famílias dos mesmos. Inclusive, essas formações artísticas contam muito para os currículos profissionais, em todas as áreas do mercado de trabalho.

 

 

Geralmente o Japão é muito admirado pelo seu avanço tecnológico e estrutura social estável. Porém, essa é a parte “visível” de uma estrutura que está estabelecida sobre fundações muito bem trabalhadas. Da mesma forma que vemos as paredes de um prédio, mas não  as suas fundações, que ficam debaixo da terra. Bem, está muito claro que a “fundação” do Japão é a sua educação infantil. 

O vídeo abaixo mostra várias práticas utilizadas na formação das crianças no Japão.

 

 

Diante do quadro exposto acima, o que se percebe é que o sistema educacional infantil japonês proporciona às crianças um modelo de formação integral, baseado em ricos e profundos valores humanos, sem negligenciar em nenhum momento a formação técnica para atender as necessidades do mundo atual. O conjunto de costumes e hábitos nos quais as crianças japonesas são submetidas, como os trabalhos e as responsabilidades que os alunos têm na limpeza ou manutenção de suas escolas, têm provado que longe de debilitar a psique dos futuros cidadãos, os fortalecem e os ajudam na busca de uma unidade social. A consequência dessa formação é uma estrutura social composta por indivíduos fortes, unidos e resilientes às adversidades e dificuldades que porventura venham sofrer. A confiança e o equilíbrio que o país demonstra ter todas as vezes que precisa enfrentar uma catástrofe natural advém de uma formação de caráter sólida dos indivíduos que, desde crianças, desenvolvem habilidades mentais, emocionais ou físicas para lidar com as adversidades da vida. Que possamos aprender com eles!

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

DIFICULDADE COM AS LEGENDAS?

Caso você não saiba ativar as legendas nos vídeos do youtube, clique aqui para acessar o tutorial.

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Procurar por Tags
Histórico de publicações
Please reload

Please reload

Siga essa Idéia

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Você também vai gostar
Please reload

© 2017 por "Equipe Feedobem". Orgulhosamente criado pela Feedobem

    Gostou do nosso portal? Nos ajude a elaborar artigos e

conteúdos cada vez melhores para vocês. ;-)