A Carta Magna

March 5, 2020

 

 

Durante o período colonial no Brasil, ocorreram várias revoltas com interesses separatistas, como a Inconfidência Mineira em 1789, a Conjuração Baiana em 1798, mas de todas, a Revolução Pernambucana de 1817 foi a única que chegou a se consolidar, e por 70 dias o Estado de Pernambuco se separou da colônia portuguesa e se tornou a República de Pernambuco.

 

A data em que começou essa revolução foi o dia 06 de março de 1817, daí instituiu-se o feriado da Data Magna, a fim de manter viva a memória desse fato histórico.

Nós, na altura do atual Século XXI,  nos perguntarmos: o que isso tem a ver conosco? De que modo nos toca? Quanto evoluímos de lá para cá? O que realmente é importante nesse fato é entendermos os motores por trás desta revolução, as inspirações, os ideais que embalaram os acontecimentos. Por isso precisamos refletir sobre alguns pontos.

 

A primeira coisa que percebemos é que a data do acontecimento, março de 1817, avizinha-se historicamente de revoluções em outros países, que sem dúvida serviram como influência, como motor para o fato. Em 1775 ocorreu a Revolução Americana, em 1789, a Revolução Francesa, as quais faziam oposição a um paradigma de governo monárquico, à ideia de um Estado centralista e defendiam ideias de republicanismo, democracia, liberdades, igualdades, etc.

 

 

Essas ideias, em seu nascedouro histórico, eram tão arrebatadoras que os idealistas que conseguiram alcançá-las se comprometeram ao ponto de darem a vida por elas. Tais ideias se visualizam no corpo da Lei Orgânica da Revolução de 1817. Dentre seus artigos destacam-se: liberdade de consciência, tolerância religiosa, liberdade de imprensa, entre outras. Era uma tentativa de democracia e constitucionalismo.

 

Na atual posição histórica, podemos olhar para trás e ver o caminho que essas ideias trilharam em nosso país. Os fatos históricos subsequentes, como abolição da escravatura, proclamação da república, surgimento das constituições são frutos desses ideais.

 

Daí constata-se que o curso da história é embalado pelas ideias. O que move a história são ideias. A realidade é tal qual os homens acreditam que seja. Se quisermos mudar a história, temos que começar a mexer nas ideias. A economia, o desenvolvimento humano, a transformação do espaço, o surgimento das cidades, tudo isso está intrinsecamente relacionado com a cabeça do ser humano e com os mitos que fundamentam a sua forma de pensar e de agir.

 

 

Esse é o sentido da Data Magna, ela nos lembra que os ideais que vem costurando o curso dessa história estão vívidos até hoje. Diante disso, a reflexão que podemos fazer é que, se essas ideias que nos movem não têm nos conduzido a um Estado ideal, há algo de errado com o jeito como lidamos com elas. Se falamos de liberdade pelo menos desde 1817, e o que temos hoje em dia é uma sociedade cada vez mais presa e limitada, se falamos de igualdade há duzentos anos e o que temos é um abismo enorme entre as pessoas, há algo de errado em nossas elaborações. Precisamos refazer a leitura do que é liberdade, do que é igualdade, do que é democracia, do que é Estado. Precisamos rever nossas crenças, e talvez tenhamos que voltar à antiguidade clássica para procurar no subterrâneo da filosofia antiga e das tradições as ideias mais raras e preciosas, sem as quais não conseguiremos sair do abismo em que caímos.

 

Fica para nós o ensinamento: Se quisermos mudar o mundo, precisamos começar por nós mesmos. Se quisermos mudar a nós mesmos, precisamos mudar as nossas ideias. E se quisermos compreender as melhores ideias, não podemos ignorar as grandes mentes que dedicaram suas vidas em nome disso: Platão, Sócrates, Confúcio, Vyasa e tantos outros grandes sábios da antiguidade. Esta é uma forma prática de se fazer Filosofia.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

DIFICULDADE COM AS LEGENDAS?

Caso você não saiba ativar as legendas nos vídeos do youtube, clique aqui para acessar o tutorial.

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Procurar por Tags
Histórico de publicações
Please reload

Please reload

Siga essa Idéia

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Você também vai gostar
Please reload

© 2017 por "Equipe Feedobem". Orgulhosamente criado pela Feedobem

    Gostou do nosso portal? Nos ajude a elaborar artigos e

conteúdos cada vez melhores para vocês. ;-)