O que Há Depois da Morte?

Já parou para pensar que as questões mais importantes raramente tem uma resposta fechada? Neste caso, sobre o que há depois da morte, como podemos conhecer esse mistério? Geralmente, aqueles que morreram não voltam para contar o que aconteceu.


Mas existem aqueles raros casos de pessoas que passam pelas chamadas EQM (Experiência de Quase Morte). São casos em que a pessoa entra num coma profundo por causa de alguma doença ou acidente, em alguns casos fica até sem atividade cerebral, mas, quando retorna a sua consciência, relata experiências incríveis que vivenciou fora do corpo. Aqueles com crenças mais materialistas dizem que isso é uma alucinação criada pelo cérebro para poder lidar com o trauma, outros pensam diferente, como é o caso do Dr. Alexander Eben, que é um neurocirurgião que atribuía as EQMs de seus pacientes a simples reações do cérebro, mas mudou completamente a sua visão após ele mesmo passar por uma EQM. Veja o seu caso no vídeo abaixo:



Como o psiquiatra brasileiro, Dr. Alexander Moreira-Almeida comenta no final do vídeo, a principal discussão sobre este assunto é se a consciência é uma criação do cérebro ou se é algo que existe para além do cérebro. Em outras palavras, a dúvida é se existe algo além da matéria, ou todos os nossos pensamentos, nossas memórias, nossos sentimentos não passam de uma “simulação” criada por uma máquina orgânica, e quando esta máquina for desligada, tudo isso também vai deixar de existir.


Muitas vezes, essa discussão entra numa falsa dicotomia em que, de um lado, a Ciência “prova” que tudo é matéria e não existe nada como alma ou consciência fora do corpo, enquanto do outro lado as religiões “crêem” em almas, em deuses e em experiências parapsicológicas. Essa dicotomia é falsa, pois essa questão não é uma guerra entre ciência e religião. Na verdade, é necessário um espírito filosófico para encarar estas questões sem muita paixão, seja da “torcida dos cientistas” ou da “torcida dos religiosos”.


É natural que a ciência sempre mude, e se um dia for comprovada a consciência fora do corpo, o que o conhecimento científico irá fazer é se adequar a esta nova constatação. Muitas coisas consideradas normais e cientificamente aceitas hoje em dia, seriam consideradas superstição para cientistas do passado.


Por esse motivo, sem perder o espírito questionador próprio da ciência, nós devemos investigar também aqueles conhecimentos que são mais duradouros, ou o que chamamos de “tradição”.


No vídeo abaixo, a professora Lúcia Helena dá uma aula sobre o Bardo Todhol, uma antiga tradição tibetana que explica a passagem da alma humana do mundo dos vivos para o mundo dos mortos.


Independente da conclusão que cada um possa chegar sobre este assunto, todos devemos concordar num ponto: Mesmo depois de mortas, as pessoas se mantêm vivas por causa do bem que elas fizeram aos outros. Então, deveríamos dedicar as nossas vidas a isso para poder encarar o pós morte da melhor maneira possível, seja lá o que vamos encontrar.


DIFICULDADE COM AS LEGENDAS?

Caso você não saiba ativar as legendas nos vídeos do youtube, clique aqui para acessar o tutorial.

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Procurar por Tags
Histórico de publicações
Siga essa Idéia
Você também vai gostar

© 2017 por "Equipe Feedobem". Orgulhosamente criado pela Feedobem

    Gostou do nosso portal? Nos ajude a elaborar artigos e

conteúdos cada vez melhores para vocês. ;-)