O Amor é Maior que o Câncer

November 13, 2019

 

 

 

 

O Amor cura tudo? O amor pode ajudar no processo da luta contra o câncer? Independente das respostas que se possa dar para essas questões, vários especialistas e profissionais ligados a área da saúde afirmam que mesmo com os tratamentos químicos e físicos recebidos nos hospitais, um dos remédios mais importantes para o paciente na luta contra o câncer é o amor.

 

Embora as pesquisas e tratamentos contra a doença já terem avançado bastante, comparado com décadas anteriores, receber o diagnóstico do câncer não é tarefa fácil para ninguém. A notícia traz consigo um processo de dores, quimioterapia, radioterapia, braquiterapia, vários remédios, alterações no organismo, queda de cabelos e uma rotina comprometida a visitas e acompanhamento médico em tempo integral. 

 

Segundo o INCA – Instituto Nacional de Câncer, o câncer é o nome dado a um conjunto de doenças que têm em comum o crescimento desordenado (maligno) de células que invadem os tecidos e órgãos. Dividindo-se rapidamente, estas células tendem a ser muito agressivas e incontroláveis, formando tumores que podem espalhar-se para outras regiões do corpo.

 

 

Ainda segundo o instituto, os números divulgados no documento “Estimativa 2018 de Incidência de Câncer no Brasil” apontam o registro de mais 600 mil novos casos de câncer por ano em 2018 e em 2019. Diante desses números, é cada vez mais comum que pessoas diagnosticadas com a doença pensem na sua vida como algo que vai acabar a qualquer momento, e a tendência é buscar o isolamento. Mas também existem muitas histórias lindas de pessoas que enfrentaram o câncer de frente e que, graças ao amor de seus familiares, parentes e amigos são capazes de superar a dor e as adversidades. O amor substitui o medo de perder a vida, durante o sofrido processo na luta contra a doença.

 

Cada vez mais as equipes médicas estão se especializando para acolher esses pacientes, para dar um norte e mostrar que existe um prognóstico de cura. Paralelamente a isso, diversos hospitais já desenvolvem projetos com foco na atenção e no afeto, como ferramentas importantes para o progresso do tratamento das pessoas que enfrentam pesadas rotinas de sessões de quimioterápicos, com efeitos colaterais diversos e, muitas vezes, acompanhados de um grande choque emocional. Vale citar como exemplo de projeto, o “Projeto Amor Cura” que foi desenvolvido nos Estados Unidos, em 2013, e o principal objetivo é distribuir amor e afeto para pacientes oncológicos. Através do projeto, são realizadas visitas dinâmicas a hospitais públicos e instituições filantrópicas com muita música e atividades interativas, além de arrecadação de lenços, bijuterias, maquiagens e chapéus que se transformam em kits para os pacientes. 

 

 

 

O Hospital de Câncer de Barretos, que é uma instituição filantrópica, tem mais de 50 anos de atuação no tratamento de pacientes com câncer, sempre foi um exemplo de que, acima de qualquer coisa, o amor é a maior força para a cura. Por isso, hoje é conhecido como Hospital de Amor.

 

O filme 3D produzido pela agência WMcCann e os estúdios Zombie e Loud demonstra a responsabilidade dos familiares, equipe médica e amigos durante o tratamento contra a doença. O filme de poucos minutos expressa o impacto da doença não só na vida do paciente, mas também na dos familiares. A trilha sonora, “Heart Full Of Love”, criada especialmente para a campanha, pela dupla Felipe Vassão e Rafa Kabelo, da Loud, é interpretada pela cantora norte-americana Rebecca Peters, com a delicadeza que o tema pede.

 

 

Perceber os pacientes como um ser holístico é entender que o processo de cura passa por vários veículos para além do físico. A literatura médica está repleta de registros de pacientes que melhoraram suas respostas aos seus tratamentos, e muitos se curaram, ao receber o afeto de todos que o circundam, desde o recebimento do diagnóstico até as fases avançadas do processo de tratamento. O acompanhamento dos familiares dedicando seu afeto e atenção ao paciente, o tratamento humanizado pela equipe médica e os vários projetos desenvolvidos pelos hospitais ajudam o paciente a dar atenção e amor ao seu Eu interior, a cada célula do seu corpo. É preciso sempre lembrar, somos seres integrais e a cura passa também pelo nosso lado emocional, é preciso nutrir-se também de amor.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

DIFICULDADE COM AS LEGENDAS?

Caso você não saiba ativar as legendas nos vídeos do youtube, clique aqui para acessar o tutorial.

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Procurar por Tags
Histórico de publicações
Please reload

Please reload

Siga essa Idéia

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Você também vai gostar
Please reload

© 2017 por "Equipe Feedobem". Orgulhosamente criado pela Feedobem

    Gostou do nosso portal? Nos ajude a elaborar artigos e

conteúdos cada vez melhores para vocês. ;-)