A Alquimia dentro do Ser Humano

October 16, 2019

 

 

 

 

(Créditos: MiniLua)

 

Quando lemos sobre a Idade Média, aprendemos um pouco sobre o feudalismo, a inquisição, as cruzadas, os templários, mas neste mesmo período houve também o desenvolvimento de uma ciência profunda e muito misteriosa, a Alquimia.

 

Na Idade Média, esta ciência se baseava em estudos por homens da igreja, monges em sua maioria, que tinham acesso a livros e obras antigas proibidas pela inquisição. Hoje, com o Google e as redes sociais, nós temos acesso a praticamente todo tipo de publicação e informação de forma muito rápida e simples, mas imagina como era difícil acessar e compartilhar conhecimentos quando a única tecnologia que existia para fazer a cópia de um texto, era a tinta, a pena e o papel, ou seja, tinha que fazer uma cópia à mão. Tudo isso, sem contar com a proibição e a “satanização” de praticamente todo conhecimento que não fosse o oficial da Igreja Católica Romana. 

 

A ideia principal da Alquimia é a da transmutação, o famoso “transformar chumbo em ouro”, ou seja, alterar a natureza dos elementos. O fato interessante é que, muito mais do que fazer experimentos, os alquimistas eram estudiosos das mais diversas filosofias, tratados e obras esotéricas, conheciam sobre a natureza, sobre os minérios, os vegetais e a medicina. Paracelso foi um dos grandes alquimistas, e possui escritos sobre cuidados com a nossa saúde e sobre o cultivo de plantas que são válidos até hoje!

 

 

 

Pedra Filosofal (Créditos: Que nem Banana)  

 

É comum encontrar relatos na literatura de que os alquimistas buscavam a pedra filosofal, a fonte da eterna juventude e a imortalidade. Essa pedra também daria poder para realizar a famosa transmutação. Num período em que o materialismo reinava, em que a própria religião tratava somente de coisas superficiais e profanas, dificilmente a massa entenderia qual realmente era o propósito desses alquimistas. Na verdade, a juventude da qual se referiam era a juventude da alma. Assim como a verdadeira transmutação, muito mais do que o ouro material, o que eles buscavam era a transmutação de si mesmos, da própria personalidade. Desejavam transformar aqueles elementos pesados e grosseiros como o chumbo que existe dentro do ser humano, que são os vícios, as preguiças, as vaidades e acendê-las a uma natureza mais nobre, de ouro espiritual. Em outras palavras, eles queriam transmutar seus defeitos em virtudes

 

Quando se vive em nome das ideias, os valores se voltam para o eterno ao invés do efêmero, alcança-se a verdadeira juventude. Então, podemos entender que a verdadeira Pedra Filosofal é a própria Filosofia, no sentido clássico.  

 

Muito mais do que uma “ciência maluca” feita por homens gananciosos, os alquimistas nos aportaram com ideias para a vida, nos ensinando que as maiores riquezas que existem são aquelas da alma humana. Então, aprendamos com eles a fazer esta transmutação no nosso dia a dia.

 

O vídeo abaixo nos traz mais detalhes da filosofia e da base da alquimia da idade média, não deixe de conferir!

 

 

https://www.youtube.com/watch?v=8whFz7B-qDQ

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

DIFICULDADE COM AS LEGENDAS?

Caso você não saiba ativar as legendas nos vídeos do youtube, clique aqui para acessar o tutorial.

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Procurar por Tags
Histórico de publicações
Please reload

Please reload

Siga essa Idéia

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Você também vai gostar
Please reload

© 2017 por "Equipe Feedobem". Orgulhosamente criado pela Feedobem

    Gostou do nosso portal? Nos ajude a elaborar artigos e

conteúdos cada vez melhores para vocês. ;-)