Por que Precisamos de Soldados?

August 23, 2019

Dia 25 de Agosto é celebrado no Brasil o Dia do Soldado. A data faz referência ao nascimento no ano de 1803 de Luís Alves de Lima e Silva, o Duque de Caxias, Patrono do Exército Brasileiro.

 

Em meio século de serviços à pátria, num período bastante crítico em que muitas revoluções buscavam dividir o país, Caxias vislumbrou um futuro grandioso para o Brasil e foi, talvez, a figura mais importante para garantir que nossas fronteiras fossem mantidas. 

 

Lutou pela consolidação da independência, pacificou províncias conflagradas e conduziu as armas nacionais à vitória nos conflitos da Bacia do Prata.

 

Duque de Caxias

 

Tão importantes quanto a eficácia de suas ações militares foram a firmeza com que enfrentou os desafios e a generosidade dispensada aos adversários vencidos nos campos de batalha. Restabeleceu o império da ordem, preservou as instituições, recompôs a coesão nacional e salvou a unidade da Pátria. Daí ter passado à História com o cognome de " O Pacificador".

 

Caxias tornou-se um símbolo. No dizer do notável Gilberto Freyre, "Caxiismo não é conjunto de virtudes apenas militares, mas de virtudes cívicas, comuns a militares e civis”.

 

Há décadas atrás, o nome de Caxias e esta data eram motivos óbvios para a celebração e orgulho nacional. Porém nós estamos vivendo um período complicado. Só de falar em exército, soldados, forças armadas, polícia… Isso já cria um clima de polêmica. Considerando ainda que nesta semana tivemos a ocorrência do sequestro do ônibus na ponte Rio Niterói, que foi resolvida pelo disparo de um atirador de elite, e resultou na morte do criminoso e na segurança dos 38 reféns... esta polêmica só aumenta.

 

sequestro-de-onibus-na-ponte-rio-niterói Foto: Fabiano Rocha / Agência O Globo

 

Talvez o que mais crie confusão na mente das pessoas é pensar no porquê de existirem pessoas que são treinadas todos os dias para fazer uso da força, para fazer disparos letais e tirar a vida de outras pessoas. Isso faz parte da vida do soldado.


Não deveríamos pensar que toda vida é preciosa e que sempre há uma saída para resolver as coisas sem violência?

 

Acontece que a vida não é uma novela da TV. Nem sempre a pessoa que você ama se cura daquela doença, nem sempre os casais ficam juntos no final, e nem sempre é possível salvar todo mundo.

 

 

Todas as vidas são preciosas, isso é verdade, e qualquer pessoa que sinta prazer em tirar vidas é alguém com sérios problemas, mas existem alguns casos em que a sua escolha de preservar uma vida é equivalente a acabar com outras. 

No caso desta semana, é triste conhecer a história do sequestrador. Tudo indica que era uma pessoa com problemas psiquiátricos, alguém que precisava de tratamento… Porém, algumas pessoas tiveram que decidir, num determinado momento, se iriam neutralizar o criminoso, ou permitir que ele continuasse colocando a vida de inocentes em risco. Não existia opção fácil. 

 

 

Quem fica somente atrás de uma tela, disparando críticas e misturando o assunto com questões partidárias, sem ao menos apresentar uma outra alternativa viável, não tem o direito de julgar esses homens.

Existe uma frase de George Orwell que resume bem esta situação:


“As pessoas dormem em paz, porque outras se dispõem à violência por elas.”

 

Então, no dia de hoje, nós queremos simplesmente parabenizar aqueles guerreiros que, por amor à pátria, ao povo e à Justiça, se dispõem a realizar o trabalho que ninguém quer fazer, o trabalho mais difícil, o mais arriscado e principalmente, assumem a frente para tomar a decisão que ninguém tem coragem de tomar. 

 

 

Com certeza algumas pessoas irão argumentar sobre os policiais, soldados, oficiais, que são corruptos, que exploram a população, que fazem uso da força que o Estado lhes entrega para obter privilégios. Obviamente hoje não é o dia deles, não é para eles esta homenagem.

 

Se a pessoa tem uma farda, medalhas, patentes, títulos, mas se não está disposta a colocar o bem do outro antes do seu próprio, se pensa antes no seu salário e nos seus bens do que nos interesses da sociedade, se pensa mais em si mesmo do que nos outros.... Essa pessoa não é um soldado de verdade, pois não tem o espírito guerreiro, não tem um sentido de vida heroico. 

 

O conselho que daríamos para essas pessoas é que peçam baixa, deixem a corporação. Não há vergonha nisso. Existem várias outras profissões que podem ser realizadas com muita dignidade e que não exigem tanta entrega e sacrifício. 

Como Platão dizia, cada ser humano tem a sua natureza, e a natureza de guerreiro é muito importante, porém muito rara. Se eu não tenho coragem para entregar a minha vida pelos outros, esta não é a minha natureza. E está tudo bem. Eu só não posso estar assumindo um falso papel, fingindo ser algo que eu não sou. Isso sim é grave.

 

Dito isto, nós da Feedobem deixamos aqui a nossa Homenagem ao Duque de Caxias, o Pacificador desta terra, e os nossos parabéns a todos os guerreiros e guerreiras das forças armadas, das polícias militares, dos bombeiros e também a todos aqueles que, com ou sem títulos ou reconhecimento, mantém vivo este espírito heroico de proteção, serviço, dever, honra e acima de tudo, de Amor ao próximo.

 

 

Feliz Dia do Soldado!
 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

DIFICULDADE COM AS LEGENDAS?

Caso você não saiba ativar as legendas nos vídeos do youtube, clique aqui para acessar o tutorial.

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Procurar por Tags
Histórico de publicações
Please reload

Please reload

Siga essa Idéia

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Você também vai gostar
Please reload

© 2017 por "Equipe Feedobem". Orgulhosamente criado pela Feedobem

    Gostou do nosso portal? Nos ajude a elaborar artigos e

conteúdos cada vez melhores para vocês. ;-)