O Que o Pequeno Príncipe Nos Ensina?

June 15, 2018

 

 

“Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos”. “Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”. Ambas as frases se tornaram um fenômeno cultural e de compartilhamento nas redes sociais por trazerem grandes ensinamentos. Esses trechos fazem parte da obra literária "O Pequeno Príncipe" que atravessou décadas e continua fazendo sucesso atualmente.
 

A verdadeira mensagem que o principezinho nos traz fica na entrelinhas, e as interpretações podem mudar de pessoa para pessoa, já que cada indivíduo possui uma maneira diferente de ver o mundo. No entanto, trouxemos para você um pouco do simbolismo que há por trás dessas frases, fazendo relação com outros ensinamentos milenares.
 

Refletindo sobre a primeira frase citada acima, quando pensamos no que é verdadeiramente essencial, será que estamos falando de coisas materiais? Claro que, para sobreviver, precisamos de água, comida e muitas coisas materiais. Mas será que nós estamos vivendo somente para conquistar isso? Será que não há coisas maiores a serem conquistadas pelo Homem? Amor, Bondade, Generosidade, Coragem... É disso que estamos falando! Elementos invisíveis aos olhos, porém essenciais para um Ser Humano.

 

O filósofo grego Platão já dizia que esse mundo material não passa de uma ilusão, um mundo de aparências, e todos aqueles que buscam a sua felicidade nele, acabam se frustrando. O mundo verdadeiro, a realidade por trás das coisas manifestadas, é o chamado "Mundo Inteligível" - onde vivem os grandes ideais e as virtudes. E lá, você não consegue enxergar com os olhos físicos, é necessário ver com o Coração. Quando Saint-Exupéry diz "Só se vê bem com o coração", ele não se refere a nossas paixões egoístas, mas sim a nossa parte mais pura e elevada, onde moram os melhores sentimentos e os pensamentos altruístas, aquela parte que não perde tanto tempo se preocupando com "o que eu vou ganhar? O que eu vou perder?", por isso tem tempo para se preocupar e entender melhor as pessoas e a Vida. Isso nos leva à segunda frase.
 

Quando usamos o nosso coração para enxergar o mundo, nós nos doamos, e assim conseguimos nos relacionar com o mais íntimo que há nas pessoas - a sua essência. Quanto mais compreendemos sobre um amigo, mais compreendemos sobre nós mesmos. E através de um processo que leva tempo, cuidado e carinho, vamos criando laços que nos unem pelos sentimentos mais puros, e esses laços jamais se rompem, pois são eternos. Através da frase dita pela Raposa: "Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”, essa obra nos mostra que, quando temos um verdadeiro amigo, a vida de um passa a participar da vida do outro, se tornam dois corações que batem juntos. Mesmo distantes, quando entramos em contato com aquilo que é essencial, também entramos em contato com quem está em nosso coração. Nós nos tornamos responsáveis pelo que cativamos, pois as duas vidas se tornam uma só.

 

No podcast abaixo, os filósofos da Nova Acrópole falam um pouco sobre a biografia de Saint-Exupéry e trazem mais elementos para ajudar a nossa compreensão dessa obra de profundos ensinamentos.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

DIFICULDADE COM AS LEGENDAS?

Caso você não saiba ativar as legendas nos vídeos do youtube, clique aqui para acessar o tutorial.

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Procurar por Tags
Histórico de publicações
Please reload

Please reload

Siga essa Idéia

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Você também vai gostar
Please reload

© 2017 por "Equipe Feedobem". Orgulhosamente criado pela Feedobem

    Gostou do nosso portal? Nos ajude a elaborar artigos e

conteúdos cada vez melhores para vocês. ;-)