Por Que Você Não Prospera?


Você já ouviu falar no termo "millennials" ou "geração Y"? São termos designados para quem nasceu em meados dos anos 90, e que hoje se encontra na casa dos 20 e 30 anos. Essa geração passou por processos de educação e criação diferentes dos seus pais e avós, principalmente porque viveram na época do "boom" tecnológico. A tecnologia é excelente, nos aproxima de pessoas, facilita estudos, promove soluções para problemas globais... Porém, como tudo na vida, o uso excessivo pode ser altamente prejudicial para o Homem.

Hoje, por termos a internet na palma de nossa mão, em poucos segundos conseguimos tirar dúvidas, fazer pesquisas e contatar alguém. O problema é que essa via, quase imediata de resposta, vai nos tirando a paciência, vamos perdendo o costume de esperar pelo tempo das coisas e queremos tudo aqui e agora, o famoso imediatismo. Se somos de uma geração um pouco mais antiga, conseguimos não sofrer com isso, porém, se somos da geração Y, onde tudo é apenas a um clique de distância, ou melhor, um touch de distância, esse imediatismo da internet e das redes sociais é projetado para os outros âmbitos da vida. Desta forma, vemos muitos jovens querendo começar em seu primeiro emprego já sendo chefe de todos e, em apenas 2 meses de trabalho, já pensando em se demitir porque não receberam uma promoção. Eles precisam de muitas mudanças imediatas, senão não sentem que estão crescendo e fazendo a diferença na sociedade... Os jovens não concebem a ideia de crescer gradualmente em seu local de trabalho, de que, tijolo após tijolo, constrói-se um castelo, eles querem fazer um castelo em um dia!

Essa falsa gratificação instantânea que as redes sociais estimulam, aos poucos vão substituindo a importância da convivência, do olho no olho, de criar laços de amizade e amor verdadeiros. Então, trocam-se os amigos por amigos de jogos virtuais, trocam-se as antigas "paqueras", e os antigos cortejos do tipo: "vamos nos conhecer melhor?", por um match no aplicativo de encontros. Assim, tudo que é embasado em sentimentos e sensações reais é trocado pelo virtual. Resultado disso? Os jovens ficam altamente despreparados para lidar com a vida real, não sabem como enfrentar uma adversidade da vida, não sabem como lidar com a dor, como enfrentar uma perda ou o estresse, pois isso não existe no mundo das redes sociais. E quanto mais dificuldades no mundo externo, maior é a fuga para as redes sociais, tornando isso um ciclo vicioso e altamente prejudicial, pois gera uma imersão, cada vez maior, no mundo virtual e, por consequência, uma alienação do mundo real. Mesmo quem não é um millennial não está isento deste tipo de comportamento, ou será que você nunca ficou numa mesa, ao lado de várias pessoas, e todas elas, inclusive você, estavam olhando o celular ao invés de conversarem entre si?

A internet revolucionou o mundo, mas não podemos permitir que o aspecto Humano seja perdido. Nada pode substituir um ombro amigo, a beleza de um sorriso, o valor de uma conquista gradual ou o calor de um abraço. E mesmo a parte desagradável das interações humanas, como uma discussão, uma rejeição ou uma decepção, são experiências importantes, que nos ajudam a trabalhar as emoções e a conquistarmos uma psique mais forte e amadurecida. Como diz Simon Sinek na entrevista abaixo, ao tirarmos o telefone, passamos a apreciar o mundo a nossa volta, dessa apreciação surgem ideias, sentimentos, reflexões... Já largou o seu celular hoje para apreciar a paisagem a sua volta? Faça o teste! Exercite a Beleza de Ser Humano!

DIFICULDADE COM AS LEGENDAS?

Caso você não saiba ativar as legendas nos vídeos do youtube, clique aqui para acessar o tutorial.

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Procurar por Tags
Histórico de publicações
Siga essa Idéia
Você também vai gostar

© 2017 por "Equipe Feedobem". Orgulhosamente criado pela Feedobem

    Gostou do nosso portal? Nos ajude a elaborar artigos e

conteúdos cada vez melhores para vocês. ;-)