Nós Não Nascemos Prontos

September 11, 2018

 

Provavelmente, a frase filosófica mais conhecida no mundo seja a famosa “só sei que nada sei”, que teria sido dita há uns dois mil e quatrocentos anos. Ela é atribuída à Sócrates, considerado naquele tempo, o homem mais sábio em sua cidade, Atenas. Conta-se que um dia, ele resolveu verificar isso, e saiu pelas praças perguntando a todos o que sabiam sobre assuntos da vida. Nessa busca, ouvia as mais variadas opiniões sobre coisas que, evidentemente, quem falava com ele não entendia nada. Ao final, ele chegou à conclusão que, de fato, devia ser o homem mais sábio de Atenas, porque, enquanto todos achavam que sabiam de tudo, quando de fato eram ignorantes, ele ao menos sabia uma única coisa: que nada sabia.

 

Até hoje, mais de dois milênios depois de Sócrates, a maioria de nós também tem opinião sobre tudo, e muitos tem “certezas absolutas”, também conhecidas como dogmas. Muitas pessoas agem como se já estivem prontas, fossem seres humanos acabados. O grande problema desta postura é que, se alguém acha que já sabe, se fecha para o aprendizado. E como “se fecha”, fica preso, perdendo a oportunidade de descobrir coisas novas, de entender o ponto de vista do outro, de ampliar sua visão de mundo e de integrar o novo em sua vida.

 

Para um observador de si mesmo, e de outros, parece claro que não nascemos e nem somos, "Tabulas Rasas" ou páginas em Branco, sem nada registrado, como afirmava o pensador inglês John Locke. Pelo contrário, todos podemos perceber que viemos ao mundo com algumas aptidões e entendimentos prévios que, uma vez estimulados, se reativam rapidamente. Isso explica porque temos facilidade para algumas coisas e conhecimentos, e dificuldade para outras.

 

Porém, por mais que reativemos essas informações internas, nenhum de nós pode ter a petulância de se achar pronto, ou se arvorar em sabedor de tudo, seja em que campo da vida for. Pelo contrário, temos muito a aprender em todos os momentos, com todas as situações da vida e com todas as pessoas.

 

Esta postura, de estar aberto a aprender com a vida, é fundamental para quem quer evoluir como ser humano. Não há um dia em que a vida não tente nos ensinar algo, mas só aprenderemos se tivermos a humilde postura de saber que nada sabemos. Esta forma de viver, de coração e mente sinceramente abertos, torna a nossa vida mais bela, mais rica e mais divertida. É, ao mesmo tempo, um excelente antídoto para a monotonia e a tristeza, pois vai te garantir sempre um dia diferente do outro. Ainda que você faça exatamente as mesmas coisas, você será diferente, e verá tudo por novos ângulos.

 

Selecionamos o podcast abaixo para te ajudar a refletir sobre isso. Nele, o filósofo Mario Sérgio Cortela vai expor de forma didática e divertida, como lhe é próprio, outros motivos para sempre buscar aprender com tudo e com todos, todos os dias.

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

DIFICULDADE COM AS LEGENDAS?

Caso você não saiba ativar as legendas nos vídeos do youtube, clique aqui para acessar o tutorial.

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Procurar por Tags
Histórico de publicações
Please reload

Please reload

Siga essa Idéia

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Você também vai gostar
Please reload

© 2017 por "Equipe Feedobem". Orgulhosamente criado pela Feedobem

    Gostou do nosso portal? Nos ajude a elaborar artigos e

conteúdos cada vez melhores para vocês. ;-)