A Importância de Honrar os Antepassados

August 29, 2018

  

A nossa sociedade moderna, "evoluída", que tem na tecnologia o seu principal ponto de apoio e que se gaba de ser o ápice da informação e do conhecimento acumulado do passado, comete a insensatez de esquecer-se justamente da fonte desse conhecimento: seus antepassados.

 

Ao nascer, em geral, o homem encontra um mundo difícil e perigoso. Mas também encontra pessoas que o apoiam e o ajudam a superar as dificuldades da vida, até que se torne independente.

 

Interessante é que, muitas vezes, ao se tornar independente, esse mesmo homem se esquece de olhar para trás e vê que ele chegou onde está graças à essas pessoas que, já idosas, se tornam para ele um fardo insuportável. Muitas vezes, abandona-os em um asilo ou algo parecido, desprezando assim, não só a obrigação, mas também o privilégio de cuidar de tais pessoas. Desta forma, perde a oportunidade de beber de suas experiencias, e aprender lições que seriam valiosas para a sua própria vida.

 

Assim como uma árvore não permanece sadia, nem de pé, sem raízes fortes, pois perde sua fonte de vida e alimento, um ser humano que desconsidera seus antepassados, mais diretamente seus pais e avós, fica doente num nível sútil do corpo, o psicológico. Isso se dá, porque este homem terá dificuldade de captar alimento para sua alma, e  como disse um grande mestre “nem só de pão vive o homem”. 

 

Cuidar, respeitar e honrar os mais velhos, não é, então, uma questão só de ser grato. É mais que isso, uma questão de inteligência, pois através da vida deles aprendemos muito sobre a nossa.

 

Isso significa que toda pessoa idosa é necessariamente sábia? Não.  

 

O filósofo grego Sêneca, em sua obra "Sobre a Brevidade da Vida", alerta que cabelos brancos não significam sabedoria. Alguém pode passar cem anos na terra e ter aprendido muito pouco ou nada, por não viver de forma consciente. Mas, mesmo nestes casos extremos, temos o que aprender com essa pessoa, pois a experiência humana é muito rica. Assim podemos concluir que, mesmo que nossos pais tenham errado muito, podemos tirar disso lições de como fazer diferente.

 

Resta ainda o conselho bíblico, incluso nos dez mandamentos (Êxodo 20:12), “Honra teu pai e tua mãe...”  com o significativo adendo “... para que se prolonguem os teus dias na terra”. O que se quer dizer com isso?  Evidentemente, nem todo mundo que cuida e respeita seus pais, necessariamente vai viver mais tempo que aquele que não o faz. A relação, da qual fala este texto, então, não pode ser esta. Mas, qual seria?

 

Ora, se você respeita, honra e integra a história de seus pais, e de seus avós, à sua vida, a sua experiência humana se tornará muito mais rica, podendo-se até dizer que o seu tempo de vida se somará ao deles, formando uma única história. E também, ao fazer isso de coração, você estará dando um lindo exemplo para aqueles que te olham como espelho (teus filhos, netos, etc). Estes poderão integrar a sua experiência à vida deles, e assim se "prolongam seus dias na terra", muito além da vida física.

 

Te convidamos para ver o vídeo a seguir, e refletir se tudo isso que foi dito faz sentido na sua vida.

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

DIFICULDADE COM AS LEGENDAS?

Caso você não saiba ativar as legendas nos vídeos do youtube, clique aqui para acessar o tutorial.

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Procurar por Tags
Histórico de publicações
Please reload

Please reload

Siga essa Idéia

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Você também vai gostar
Please reload